tarifas transporte público em são paulo

Integração do Bilhete Único em São Paulo: como usar, duração e preços 2019

Veja nesse post dicas úteis para usar a integração do Bilhete Único em SP!

Para se locomover em São Paulo, a maneira ideal é usar o transporte público com uma extensa rede de ônibus, trem e metrô.

Atualmente, o valor da passagem está em R$4,30, mas se você quiser usar mais de um modal o valor passa a ser de R$7,48 utilizando o Bilhete Único Comum, com direito a um número limitado de viagens por períodos de tempo

Neste post você verá:

Como funciona a integração nos bilhetes comuns

Se você usar apenas o ônibus, metrô ou trem, pagará a tarifa base no valor de R$4,30. Com isso, poderá fazer até 4 viagens no tempo de 3 horas contados a partir da validação na catraca. Porém, caso precise usar outro modal pagará mais R$3,18 (total R$7,48).

TarifaIntegração
Apenas ônibus, trem ou metrôR$4,30 (Comum)4 viagens de ônibus ou 1 de metrô ou trem
Ônibus + metrô ou tremR$7,483 viagens de ônibus e 1 de metrô/trem
integrações possíveis metrô, trem e ônibus em são paulo
Imagem 1

A integração do Bilhete Único dura até 3 horas após a primeira passagem pelo validador. Ou seja, você pode usar seu Bilhete Único sem que seja descontada uma nova passagem em até 3 horas após o primeiro uso.

Entretanto, se você for integrar sua viagem entre ônibus + metrô/trem, a integração para esses últimos diminui.  É importante passar o Bilhete Único no validador do trem ou metrô em até duas horas após o uso na catraca do ônibus.

ModaisTempo
4 ônibus3 horas
Primeira viagem metrô/trem + ônibus3 horas
Primeira viagem ônibus + metrô/trem2 horas para usar o metrô/trem, 3 horas para usar as 3 viagens de ônibus.
duração da integração ônibus, metrô e trem
Usuários tem menos horas para usar trem e metrô do que os ônibus. Se sua viagem passa por um trem ou metrô o embarque deve ser feito em até duas horas após a primeira passada do cartão na catraca.

Valor e integração do Vale-Transporte

Até pouco tempo quase nada mudava quando falávamos dos diferentes tipos de bilhetes. Porém, a partir de 2019, o Vale-Transporte passou por mudanças. Vejamos:

A primeira coisa é que o valor do Vale-Transporte é de R$4,57. Se o usuário precisar usar mais um modal, a integração custa R$7,95. Outro ponto é o tempo de integração.

Diferentemente do Bilhete Único Comum, no Vale-Transporte é possível pegar 2 modais (ônibus, trem ou metrô) no período de 3 horas.

Caso seja necessária a combinação de dois modais diferentes, ao preço de R$7,95, também é permitido dois embarques, um cada modal. Se a primeira viagem for feita por ônibus é importante frisar que  o embarque no sistema de trilhos deve ocorrer até 2 horas após o embarque nos ônibus.

O mesmo ocorre no Comum, como mostramos na imagem 2.

Bilhete Único Mensal e Diário

Outras modalidades de tarifa são os Bilhetes Únicos por cota de tempo, chamados de Mensal e Diário. Em São Paulo você pode comprar uma cota por 24 horas ou um mês, por exemplo. Veja:

Tabeça de preços Bilhete Diário.

24 horas só ônibus24 horas ônibus + metrô/trem
TarifaR$16,40R$22,00
Número de viagens10 viagens, no período de 24 horas após a 1ª utilização.10 viagens, no período de 24 horas após a 1ª utilização.

Tabela de preços Bilhete Mensal:

Mensal só ônibus ou trilhosMensal ônibus + trilhos
TarifaR$208,90R$330,00
Número de viagens10 viagens/dia, no período de 31 dias após a 1ª utilização.10 viagens/dia, no período de 31 dias após a 1ª utilização.

É importante lembrar que o usuário deve respeitar o tempo de 30 minutos para utilizar uma mesma linha.

Tarifas especiais do metrô e trem

Tarifa Do Madrugador

Essa modalidade de tarifa existe desde 2009. É destinada àqueles que usam os sistemas de trilhos logo pela manhã. O valor da tarifa é de R$3,76, válidos para usuários do Bilhete Único Comum e Vale-Transporte que utilizam os sistemas nos horários:

  1. METRÔ: das 04:40 às 06:15
  2. TREM METROPOLITANO: das 04:00 às 05:35

Outros tipos de Bilhete Único não têm esse benefício. Além disso, aqueles que usam a tarifa do madrugador podem integrar normalmente suas viagens de metrô/trem com ônibus, no valor de R$6,24.

Tarifa Da Hora

A Tarifa Da Hora existe para os usuários do trem linha 9 – Esmeralda e linha 5 – Lilás, no valor de R$3,76 entre as 9h e 10h da manhã. Assim como a Tarifa do Madrugador, a Tarifa da Hora é válida apenas para o Bilhete Único Comum e Vale-transporte.

A integração com os ônibus ocorre no valor de R$6,71.

Bilhete Especial do Desempregado

Quem está desempregado pode contar com uma força do sistema sob trilhos de São Paulo. Por até 3 meses, pessoas que estão desempregadas a pelo menos um mês podem viajar gratuitamente no metrô e em trens.

Para garantir o benefício se informe sobre os documentos necessários.

Bilhete Único Especial

Essa modalidade contempla gestantes e obesos com direito a sair pela frente nos ônibus, e idosos e pessoas com deficiência para gratuidade. O Bilhete Único Especial deve ser solicitado presencialmente.

Entre os documentos estão cópias de RG e CPF, e laudo médico no caso de pessoas com deficiência e gestante.

Passe livre e meia estudantil

Estudantes paulistanos têm o direito ao passe livre ou à meia. Os casos variam de acordo com a renda dos alunos e tipo de instituição, pública ou privada, estudos com bolsa ou pagos, etc.

O preço da meia estudantil é R$2,15. A gratuidade é solicitada ao início do ano e estudantes possuem cotas mensais de uso.

Diferentemente do bilhete comum, o bilhete de estudante garante a integração por até duas horas (são três no caso do comum). O número de embarques, porém, é o mesmo.

Todos os anos para continuidade do benefício é necessário fazer o recadastro e pagar a taxa de revalidação estudantil.

Como fazer o Bilhete Único?

Existem duas formas de adquirir o Bilhete Único, com solicitação pela internet ou presencial.

Pela internet é totalmente gratuito e o cartão terá a foto 3×4 enviada no cadastro. Cartões adquiridos em postos da SPTrans, por sua vez, custam o valor de uma tarifa (R$4,30) mais a compra de algumas passagens na retirada do bilhete.

Importante: se você ainda possui o Bilhete anônimo, aquele sem foto, sem identificação e que você não precisou pagar pelo cartão, procure fazer o seu. Segundo decreto de fevereiro de 2019 esse tipo de bilhete será descontinuado pela SPTrans.

Onde comprar créditos do Bilhete Único?

Você pode adquirir os créditos comuns e por tempo em postos de autoatendimento, bilheterias, estabelecimentos credenciados e pela internet. No celular recomendamos o aplicativo OnBoard, que não possui taxas no cartão de crédito e é super leve.

Mas existem mais opções de compra de créditos, como o próprio site da SPTrans com pagamento por boleto e redes sociais, esses últimos inovações lançadas recentemente.

Qual o limite de crédito no Bilhete Único Comum?

O limite para o valor de recarga do Bilhete Único é de R$300 por dia no Comum. O limite de crédito acumulado é de R$350. Mas há diferenças para o Vale-Transporte e Estudante. Bilhetes anônimos e emitidos antes de 2014 possuem limite de recarga e saldo total de R$ 43. A partir de outubro, cartões desses modelos que tiverem saldo superior a R$ 43 serão cancelados.

Por diaAcumulado*
Crédito do tipo comumR$43 no Bilhete Anônimo

R$300 no Bilhete Personalizado

R$43 no Bilhete Anônimo

R$350 no Bilhete Personalizado

Crédito Vale-TransporteR$380,00R$9.999,00
Crédito EstudanteValor da cota/mês**R$500,00

*Máximo de créditos que um mesmo cartão pode conter simultaneamente.

** Varia de estudante para estudante.

Por fim, esses detalhes fazem a diferença na hora de se locomover por São Paulo. Saber tudo sobre a integração do Bilhete Único ajuda a otimizar seu tempo e evitar transtornos. Portanto, preste atenção!

Atualizado em 08 de maio de 2019. 

Marcos Antonio Moreira
Editor de redação do Agora é Simples. Analista de Marketing na OnBoard Mobility. Mobilidade é uma de minhas paixões, compartilho aqui os melhores insights que encontro sobre o assunto. Me escreva: marcos@agoraesimples.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *