Metrô em SP cancela contrato com empresa de máquinas para venda de bilhetes

Com menos de um ano firmado o Metrô de São Paulo rescindiu o contrato com a empresa Imply Tecnologia Eletrônica. A prestadora fornecia as máquinas de venda de bilhetes unitários nas estações de metrô.

A venda de bilhetes unitários por meio de autoatendimento visava diminuir as constantes filas nas bilheterias, mas desde o lançamento as máquinas apresentavam um serviço aquém do esperado. Era comum ver máquinas com erros de sistema e sem funcionar por longos períodos.

Com início das instalações em março de 2018, o governo paulista, responsável pelo Metrô, cancelou o contrato de R$24 milhões.

Informações do Bom Dia SP/G1.

Marcos Antonio Moreira
Editor de redação do Agora é Simples. Analista de Marketing na OnBoard Mobility. Mobilidade é uma de minhas paixões, compartilho aqui os melhores insights que encontro sobre o assunto. Me escreva: marcos@agoraesimples.com.br