SPTrans anuncia novas medidas para combater fraudes no Bilhete Único

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e a SPTrans publicaram no último dia 30 que a partir de 1º de fevereiro o novo limite de saldo no Bilhete Único não personalizado é de R$43. Atualmente esse valor é de R$350.

O Bilhete Único não personalizado é aquele comprado em postos de venda e atendimento da SPTrans. O Bilhete Único personalizado é solicitado pela internet e possui a foto enviada previamente pelo usuário no cadastro. Retira-se presencialmente e é gratuito.

Não é a primeira medida de combate a fraudes no sistema de bilhetagem de São Paulo. No ano passado a SPTrans descontinuou o Bilhete Único anônimo, que podia ser comprado sem qualquer identificação. Por mais que hoje o personalizado não contenha foto, ele ainda é vendido mediante apresentação dos documentos de identidade, sendo válido apenas 1 por CPF.

Para saber como fazer um Bilhete Único e entender todas as regras leia nosso artigo.

Marcos Antonio Moreira
Editor de redação do Agora é Simples. Analista de Marketing na OnBoard Mobility. Mobilidade é uma de minhas paixões, compartilho aqui os melhores insights que encontro sobre o assunto. Me escreva: marcos@agoraesimples.com.br