Bilhete Único Personalizado vira a regra em SP; veja como fazer o seu

O Bilhete Único anônimo será descontinuado e usuários devem trocar pelo Personalizado.

A última portaria da SPTrans alterou bastante coisas no Bilhete Único da capital, principalmente no Vale-Transporte.

Outra mudança foi o encerramento da vida útil dos bilhetes anônimos. Essa modalidade, que não está atrelada a um CPF nem possui foto, já vinha sendo descontinuada desde o ano passado, sem novos cartões emitidos.

A novidade, porém, é o cancelamento dos cartões sem identificação, que até então ainda podiam ser carregados.

Usuários do transporte público de São Paulo devem solicitar à SPTrans o Bilhete Único Comum Personalizado, que pode ser feito pela internet gratuitamente e retirada em postos ou diretamente neles, mas esse com taxa.

A SPTrans informa que os cartões não feitos pela internet, identificados, mas sem foto, custam R$4,30 mais uma compra mínima de R$21,50.

Pela internet usuários enviam uma foto 3×4 e depois retiram gratuitamente um cartão nos postos de atendimento da SPTrans.

Para saber como fazer seu Bilhete Único Comum Personalizado pela internet ou presencialmente acesse este artigo do Agora é Simples. 

Marcos Antonio Moreira
Editor de redação do Agora é Simples. Analista de Marketing na OnBoard Mobility. Mobilidade é uma de minhas paixões, compartilho aqui os melhores insights que encontro sobre o assunto. Me escreva: marcos@agoraesimples.com.br