Bilhete Único Personalizado vira a regra em SP; veja como fazer o seu

O Bilhete Único anônimo será descontinuado e usuários devem trocar pelo Personalizado.

A última portaria da SPTrans alterou bastante coisas no Bilhete Único da capital, principalmente no Vale-Transporte.

Outra mudança foi o encerramento da vida útil dos bilhetes anônimos. Essa modalidade, que não está atrelada a um CPF nem possui foto, já vinha sendo descontinuada desde o ano passado, sem novos cartões emitidos.

A novidade, porém, é o cancelamento dos cartões sem identificação, que até então ainda podiam ser carregados.

Usuários do transporte público de São Paulo devem solicitar à SPTrans o Bilhete Único Comum Personalizado, que pode ser feito pela internet gratuitamente e retirada em postos ou diretamente neles, mas esse com taxa.

A SPTrans informa que os cartões não feitos pela internet, identificados, mas sem foto, custam R$4,30 mais uma compra mínima de R$21,50.

Pela internet usuários enviam uma foto 3×4 e depois retiram gratuitamente um cartão nos postos de atendimento da SPTrans.

Acesse nosso artigo especial para aprender como solicitar seu Bilhete Único Comum Personalizado pela internet ou presencialmente.

Marcos Antonio Moreira
Editor de redação do Agora é Simples. Analista de Marketing na OnBoard Mobility. Mobilidade é uma de minhas paixões, compartilho aqui os melhores insights que encontro sobre o assunto. Me escreva: marcos@agoraesimples.com.br