Prefeitura de São Paulo concederá à iniciativa privada 31 terminais de ônibus

Além dos terminais, gestão de Bruno Covas concederá quatro corredores de ônibus e estações do Expresso Tiradentes

Serão concedidos por meio de PPP – Parceira Público Privada 31 terminais de ônibus urbano na cidade de São Paulo, além do terminal de ônibus compartilhado São Mateus, dois pontos de parada e seis estações do expresso Tiradentes. O monitoramento e gestão de quatro corredores de ônibus também estão inclusos em edital ainda não publicado.

Segundo informações do Diário do Transporte a concessão prevista é de 30 anos e os operadores poderão explorar espaços publicitários e, em alguns casos, construir edificações. O edital a ser contemplado inclui as diferenças entre o tipo de exploração de cada concessão.

A Prefeitura confirma que haverá estimulo para que as edificações contemplem imóveis residenciais para adequação à diretrizes de adensamento populacional no eixo dos transportes.

De acordo com o portal somente os terminais estão avaliados em R$5,7 bilhões.

A Prefeitura gasta por ano 20,86 milhões com esses espaços e a concessão visão inverter esse cenário e acrescentar aos cofres do município parte da lucratividade da exploração dos terminais.

Uma consulta pública foi aberta sobre o tema e sugestões podem ser enviadas no e-mail consultaterminais@prefeitura.sp.gov.br. Dia 20 de agosto às 10h será realizadauma audiência pública na Galeria Olido, Sala Olido na Avenida São João, 473, térreo, no centro.

Redação Agora é Simples

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *